Floodeiros
Ola Convidado Seja bem vindo a Floodeiros!




Entre clicando aqui ou se Registre clicando aqui

Register Now!
Members have more Vantages
its Free!


Floodeiros, o seu forum de informação e diversão!
 
InícioPortalFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin
Convidado, seja bem vindo a Floodeiros!!
Leia as nossas Regras
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Últimos assuntos
» Excluir Conta Nesse Site
Dom Nov 04, 2012 9:00 pm por Khronos

» Regras Gerais
Ter Set 25, 2012 4:14 pm por rafaelgato

» Via Láctea pode ter planetas 'nômades', sugere estudo
Ter Set 18, 2012 9:17 pm por Khronos

» Poketeck
Sab Jul 14, 2012 3:03 pm por Marcio1000

» [Matematica] 1° ano do ensino Medio - Apostila Volume 2
Ter Jun 19, 2012 12:47 pm por daniel oliveira

» Aberturas de Pokemon PT-BR+PT-PT+Japonês+Americana
Sab Jun 09, 2012 4:19 pm por Marcio1000

» CHAT blad
Sab Jun 02, 2012 3:08 pm por Marcio1000

» As maiores farsas do Facebook
Sab Jun 02, 2012 2:57 pm por Marcio1000

» Cachorro sem dono corre 1,7 mil quilômetros ao lado de ciclistas
Sab Jun 02, 2012 2:50 pm por Marcio1000

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 34 em Qui Fev 03, 2011 8:39 am
Estatísticas
Temos 62 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de rafaelgato

Os nossos membros postaram um total de 9320 mensagens em 2345 assuntos
Tradutor Google
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
Contador de visitas
contador de visitas
contador de visitas
Parceiros

PumaCheats

Naruto Rpg Akateam

Rpg Dynamics

Divulgue!
Copie o codigo e divulgue tbm! (codigo no spoiler)
Spoiler:
 
Visite a floodeiros no:

Compartilhe | 
 

 Dia sangrento deixa 1.500 feridos e 5 mortos no Egito

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Khronos
Administrador
Administrador


Mensagens Mensagens : 4647
Pontos Pontos : 14980
Creditos Creditos : 200
Data de inscrição Data de inscrição : 12/11/2010
Idade Idade : 22
Localização Localização : Sky
Respeito as Regras :

MensagemAssunto: Dia sangrento deixa 1.500 feridos e 5 mortos no Egito   Qui Fev 03, 2011 3:47 am

[b]Aliados do presidente Hosni Mubarak e manifestantes enfrentaram-se na rua com camelos, cavalos, pedradas e chicotadas[/b



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Foi mais um dia de confrontos no Egito, mas dessa vez com camelos, cavalos e chicotadas. De um lado, a multidão de manifestantes de oposição, que há nove dias participam de protestos contra o ditador Hosni Mubarak; do outro, supostos simpatizantes do governo, que saíram às ruas montados em animais disparando golpes de chicote nos rivais para defender Mubarak pela primeira vez. Militantes dos dois lados arremessavam pedras, metais e paus contra os rivais. O número de feridos chegou a 639. Três pessoas morreram.

Pelo menos duas pessoas morreram no início da madrugada desta quinta-feira em enfrentamentos entre partidários e opositores do presidente do Egito, Hosni Mubarak, na praça Tahrir, no Cairo, informou nesta quinta-feira a emissora de televisão "Al Jazira". Segundo a emissora, as duas novas vítimas, manifestantes anti-Mubarak, poderiam ter morrido por disparos de armas de fogo, escutados com regularidade há uma hora no entorno da praça.

Várias ambulâncias se deslocaram para o lugar para socorrer os feridos, que já são mais de 1.500.


Fonte: Veja

Massacre - A violência começou logo após 10.000 manifestantes da oposição terem se reunido na praça na manhã desta quarta-feira, rejeitando o discurso que Mubarak fez na televisão estatal na noite da última terça, no qual prometeu não se candidatar à reeleição em setembro. Os manifestantes voltaram a pedir que ele deixe imediatamente o poder. O protesto ocorria de maneira pacífica até que partidários do ditador entraram na praça por uma extremidade. Os manifestantes da oposição formaram uma corrente humana para impedi-los de entrar.

No começo da tarde, cerca de 3.000 partidários de Mubarak romperam o isolamento e atacaram os manifestantes com pedaços de pau. Eles subiram no teto de um edifício e começaram a jogar pedaços de concreto e detritos contra os manifestantes. A oposição não desanimou e não abandonou o local. Mulheres e homens tratavam os feridos. Barbudos que pareciam ser da Irmandade Muçulmana tomaram a linha de frente no confronto com os homens montados em camelos.

Ao cair da noite, centenas de moradores do bairro de Shubra chegaram à praça para reforçar a oposição. O líder da oposição, Mohamed ElBaradei, pediu que o exército interviesse "imediatamente e decisivamente para parar esse massacre". O exército, no entanto, assistiu a tudo impassível. Como seu discurso foi considerado “uma fraude” pela oposição, Mubarak tentou sufocar as manifestações contra seu regime de outra forma. Há denúncias de que entre os manifestantes pró-Mubarak estavam policiais à paisana agredindo civis e jornalistas.

Pressão internacional – Diante do cenário de caos, a comunidade internacional aumentou a pressão sob o ditador para que deixe imediatamente o poder. Na última terça-feira, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu que ele abandonasse o cargo, ofereceu todo o apoio ao país na transição para um novo governo e afirmou: "Ouvimos suas vozes", em um recado direto ao povo egípcio. Nesta quarta, o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, voltou a cobrar, lembrando Mubarak que "o agora é hoje, não em setembro", referindo-se ao comunicado do ditador de não concorrer à reeleição daqui a oito meses.

União Europeia, França, Reino Unido, Alemanha e Turquia também se juntaram aos apelos. O primeiro-ministro britânico, David Cameron, defendeu uma transição rápida e imediata. O gabinete do presidente francês, Nicolas Sarkozy, também emitiu comunicado defendendo rapidez no processo e pediu que as autoridades egípcias façam o possível para que ele ocorra sem violência. O primeiro-ministro da Turquia, Recep Erdogan, defendeu que um governo provisório conduza a transição.

Como resposta, o vice-presidente, Omar Suleiman, condicionou o fim dos protestos contra o governo para que se estabeleça um diálogo com as forças políticas. Suleiman pediu que os manifestantes, tanto pró quanto contra o governo, voltassem para casa e respeitassem o toque de recolher imposto pelas autoridades "para restaurar a calma". Segundo ele, "os participantes dessas manifestações já mandaram sua mensagem, tanto os que pedem reformas quando os que saíram em apoio ao presidente Hosni Mubarak."

Ajuda em discussão – Como outra forma de pressionar Mubarak, líderes do Congresso americano sugeriram nesta quarta-feira suspender a ajuda ao Egito. A Câmara dos Deputados prevê submeter à votação na semana de 14 de fevereiro uma resolução para manter os fundos relativos ao ano fiscal em curso, que inclui uma solicitação de 1,552 bilhão de dólares para o Egito. Esse valor, similar ao do ano fiscal 2010, é dividido em 1,3 bilhão de dólares em ajuda militar e outros 250 milhões de dólares em assistência econômica.

Nos corredores do Capitólio, surgem expressões de preocupação pela evolução do conflito no país árabe e pela possibilidade de a Irmandade Muçulmana - considerada ilegal por Mubarak - chegar ao poder. O Egito é o país mais povoado do mundo árabe e o principal aliado dos Estados Unidos na região desde 1979, quando o então presidente Anwar Sadat assinou um acordo de paz com Israel.

Imprensa - A repressão do governo chegou à cobertura jornalística. O jornal O Estado de S.Paulo informa que o quarto em que a reportagem do diário está hospedada no Cairo foi invadido por agentes de segurança do governo egípcio à procura de câmeras fotográficas nesta quarta-feira. Segundo o repórter Jamil Chade, seis homens, três deles armados, invadiram o quarto do hotel, que fica na praça Tahrir, epicentro das manifestações contra o regime de Mubarak. Após entrarem no dormitório, os oficiais procuraram câmeras fotográficas. Após não encontrá-las, disseram que era proibido tirar fotos da varanda. Perguntados do motivo da proibição, não responderam e foram embora.

O repórter Anderson Cooper, da CNN, e dois correspondentes da agência Associated Press foram agredidos. Cooper disse que ele e sua equipe foram atacados por partidários do presidente Hosni Mubarak. Posteriormente, a CNN informou que ninguém ficou ferido com gravidade. Jornais europeus informaram que um jornalista belga também foi agredido, detido e acusado de espionagem por pessoas não identificadas em trajes civis.

A mídia israelense afirmou que três jornalistas de Israel - dois membros de uma equipe de TV e um escritor trabalhando para um site árabe-israelense - foram detidos por violar o toque de recolher imposto pelo governo egípcio. A Al Jazira afirmou que a polícia prendeu seis de seus jornalistas na segunda-feira por várias horas e tomou a câmera do grupo.

Na última sexta-feira, o jornalista da BBC Assad El Sawey afirmou ter sido espancado com barras de aço pela polícia secreta egípcia. Ele disse que policiais à paisana o detiveram mesmo depois de ter se identificado como repórter. Ele sofreu ferimentos na cabeça e levou pancadas com cassetetes elétricos. Na ocasião, El Sawey afirmou que a polícia secreta prendeu diversos jornalistas e os levou em boleias de caminhão.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Floodeiros de [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Compartilhamento pela mesma licença 3.0 Unported.
Based on a work at [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.].

~~see yaa~~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://floodeiros.forumeiros.com
 

Dia sangrento deixa 1.500 feridos e 5 mortos no Egito

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

 Tópicos similares

-
» Crónica do Rodizio de Marisco com o MTP
» Jovens feridos no Aquashow (COM VÍDEO)
» II - Primeiros passos como cadete
» Game da Música Maluca
» Dádiva de Amor || Capítulo 16
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Floodeiros :: Geral :: Noticias :: Noticias Mundo-
Ir para: